IFMT

Dir. Sist. de Planejamento e Captação de Recursos

início do conteúdo

A Diretoria

A Diretoria Sistêmica de Planejamento é o órgão executivo com atuação sistêmica, responsável por gerenciar, coordenar e acompanhar as atividades de planejamento estratégico institucional, elaboração de projetos para captação de recursos extra orçamentários para atender demandas do IFMT.

Tem por finalidade propor políticas e projetos estratégicos para o desenvolvimento institucional do IFMT, objetivando o atendimento do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional), de programas estratégicos e de demandas eventuais de interesse institucional.

Para o cumprimento de sua finalidade poderá atuar frente a órgãos e entidades da administração pública direta e indireta, autárquica ou fundacional de todas as esferas de poder, bem como empresas públicas ou privadas.

Para atendimento das demandas existentes, poderá propor termos de parceria, convênios por meio de fundações de apoio.

Compreende órgãos da DSPLAN: o Escritório de Captação de Recursos, o Escritório de Gerenciamento de Processos e o Escritório de Infraestrutura.

A Diretoria é uma proposta de garantir o planejamento estratégico e o desenvolvimento institucional no eixo estruturante da administração do IFMT, por isso ela se torna uma diretoria sistêmica. A ideia é que essa diretoria execute o acompanhamento do PDI e o planejamento de infraestrutura. Seus principais desafios são:

  • Articular a captação de recursos extra orçamentários para assegurar os investimentos emergenciais no IFMT, especialmente para execução de obras;
  • Realizar um planejamento pela busca da equidade na infraestrutura dos campi, especialmente quanto aos equipamentos de permanência estudantil, acessibilidade visual e de locomoção, laboratórios didáticos e tecnológicos, equipamentos de eficiência energética e ações de sustentabilidade ambiental;

A articulação político-institucional para buscar recursos extra-LOA é uma questão emergencial no IFMT, especialmente para pensar nos investimentos. Os investimentos são aqueles recursos que impactam no aumento do patrimônio da instituição, e eles vem sofrendo uma queda vertiginosa nos últimos. Com o advento da Emenda Constitucional - EC 95 que estabeleceu o “teto de gastos públicos” e essa situação tende a ser agravada.

O orçamento de investimento que em 2014 era de 92 milhões, hoje, em 2020, está fixado em pouco mais de 14 milhões. Isso significa uma redução dramática nos recursos que financiam bibliotecas, aquisições de acervos, equipamentos de laboratório, restaurantes estudantis, quadras poliesportivas, entre outros investimentos fundamentais ao desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão.

O IFMT tem hoje distorções evidentes na infraestrutura dos campi, isso tudo é consequência de uma expansão atravessada por uma crise política e econômica que vem dificultando os investimentos em ações que impactam na melhoria das condições de permanência estudantil.

A correção dessas distorções requer uma atitude de gestão para diagnosticar os problemas, captar os recursos, e definir a prioridade da alocação por meio de amplo debate com a comunidade, respeitando as instâncias colegiadas superiores, como o Consup.

Daí a importância da DSPlan como órgão do planejamento e da articulação necessária para que o IFMT continue se desenvolvendo e apresentando seus resultados à sociedade de Mato Grosso.

 
início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Avenida Sen. Filinto Müller, 953 - Bairro: Quilombo - CEP: 78043-409

Telefone: (65) 3616-4100

Cuiabá/MT